...

17 anos da histórica Corrida da Graciosa

27 de Junho 2018

A Corrida da Graciosa nasceu no ano 2000, quando Luiz Celso de Medeiros, procurador da justiça e corredor curitibano, teve a iniciativa de comemorar seu aniversário de 50 anos, convidando 50 amigos para o desafio de subir a Serra da Graciosa correndo. Como recompensa, todos que completassem o Desafio ganhariam como prêmio do aniversariante um almoço no topo da Serra. Na época, Tadeu Natálio, fundador da Associação Pro Correr e amigo do aniversariante, foi o encarregado por organizar a logística e coordenar o evento para os participantes.

Os convidados gostaram tanto do desafio, que, já no ano de 2001, Tadeu Natálio aproveitou a oportunidade para criar a primeira corrida de “subida de montanha” aberta ao público, em que já apareceram 450 participantes dispostos a desafiar os limites do corpo e da mente subindo a Serra da Graciosa. Ao longo do tempo, a Corrida da Graciosa passou a ser muito mais que um evento de corrida, ela virou objeto de desejo para corredores de todo o Brasil que buscavam por um desafio único de superação para o corpo e mente.

Em 18 anos de história, somente a edição de 2014 foi interrompida devido a um deslizamento que interditou a passagem de carros ou atletas pela Estrada da Graciosa. No ano de 2015, a Corrida da Graciosa passou a fazer parte do Projeto Amazing Runs, um circuito de corridas em unidades de conservação e lugares incríveis, que tem como principal objetivo conscientizar os participantes sobre a preservação da biodiversidade. Essa mudança foi um marco histórico para o evento, em que pela primeira vez esgotou na totalidade as 800 inscrições disponíveis em apenas 72 horas.

Em comemoração aos 17 anos de prova, o evento passa por uma nova e grande transformação em 2018. O tradicional percurso de 20k virou uma meia maratona, em adicional, a organização propõe também um desafio inédito: um percurso de 42 quilômetros exclusivo para 200 atletas dispostos a superar todos os limites do corpo descendo e subindo a Serra da Graciosa.

CURIOSIDADES SOBRE A CORRIDA DA GRACIOSA:

 A primeira edição oficial da Corrida da Graciosa contou com 450 inscritos e se chamava “Subida da Serra da Graciosa”;
A primeira camiseta da prova era de algodão, na época nem se sabia o que era o tecido “poliamida”;
Desde a primeira edição, a organização oferece o transporte de ida e volta para todos os atletas entre Curitiba e Morretes, visando reduzir o impacto com carros no local e ter uma logística diferenciada para o evento;
O recorde da prova foi estabelecido em 2002 pelo atleta Ismael Pereira da Silva, onde alcançou o feito de subir a Serra da Graciosa em 1h18m26s, desde então esse tempo nunca mais foi superado;
 

CURIOSIDADES SOBRE A SERRA DA GRACIOSA:

 Maior trecho de Mata Atlântica preservada do Brasil;
Em paralelo ao caminho dos Jesuítas foi o primeiro elo de ligação entre Paranaguá e Curitiba;
O pinheiro onde é realizado a premiação da Corrida da Graciosa, foi utilizado como local de descanso por Dom Pedro I após subir a Serra;
Um dos principais pontos turísticos da Serra da Graciosa é o Recanto Mãe Catira – nome de origem indígena que remete a uma dança Guaraní;
A Estrada da Graciosa possui seis recantos para descanso e contemplação:

Engenheiro Lacerda – Abriga um mirante de onde é possível avistar a baía de Paranaguá;
Rio Cascata – Encanta sua belíssima queda d’água;
Grota Funda – possui um estreito e fundo vale;
Bela Vista – mirante onde também pode se avistar Paranaguá;
Curva da Ferradura – É por onde começa a trilha do Caminho da Graciosa;
Parque Mãe Catira – Principal ponto de encontro dos turistas que descem a Serra da Graciosa;

Comentários para este post

Fique por dentro de todas as provas!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba notícias e alertas para nunca mais ficar de fora de uma corrida.